Estaleiro: russos assinam termo

12 de December de 2013

O grupo russo JSC SSTC assinou, na última terça-feira, em Brasília, um termo de compromisso para a realização de estudos com o objetivo de construir um estaleiro de grande porte Ceará. O documento foi firmado entre os empresários, a Prefeitura Municipal de Camocim, município que deverá receber o empreendimento, e a Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado (Adece), durante reunião da Comissão Intergovernamental Brasil/Rússia de Cooperação Econômica, Científica e Tecnológica.

De acordo com o diretor da empresa cearense Pentagonal Consultoria e Investimentos, Aécio Gonçalves, que participou da reunião, “técnicos russos deverão vir ao Brasil após o dia 20 de janeiro de 2014 para avaliar a área que deverá receber o estaleiro em Camocim”

A Pentagonal, através de sua filial em Berlim, captou o contato com o grupo russo, levando os empresários ao deputado Sérgio Aguiar, que recebeu a autorização do governador Cid Gomes para iniciar as tratativas dos investidores com a Transpetro.

O interesse dos investidores russos foi divulgado, com exclusividade pelo Diário do Nordeste, em julho deste ano, quando houve uma reunião com o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, para tratar do assunto. Em setembro, uma comitiva cearense liderada por representantes da Adece e do deputado Sérgio Aguiar, que está à frente das negociações, visitou o grupo em São Petesburgo, na Rússia.

Agora, conforme reforça o deputado, que também esteve na reunião em Brasília, os engenheiros navais da JSC deverão vir ao Estado para que possam definir com maior precisão os tipos de equipamentos que serão necessários para a fabricação e manutenção das embarcações.

Área

Segundo o deputado Sérgio Aguiar, já está disponível, como de interesse público, uma área de 200 hectares, às margens do rio Coreaú, a ser destinada à instalação de “um grande estaleiro”, com foco na construção e manutenção de embarcações comerciais no município.

Após estudo realizado em todo o litoral cearense, a Transpetro apontou Camocim como um dos municípios do Estado mais adequados para a instalação de um estaleiro de grande porte.

Além disso, o deputado informou ainda que foi assinado, na reunião da comissão, um protocolo de entendimento entre os dois países para a instalação de empreendimentos de construção naval no Brasil. “É o segundo passo para se ter um estaleiro de grande porte no município de Camocim ou, uma intenção maior, uma área de manutenção de navios de grande porte”, assinalou Sérgio Aguiar. Participaram do encontro cerca de 30 empresários, além de representantes dos governos dos dois países e da empresa russa JSC SSTC.

A JSC SSTC (Shipbulding & Shiprepair Technology Center) tem experiência na indústria naval por meio da construção de navios de grande porte e submarinos, além de reparação de embarcações. A companhia tem relações comerciais e de pesquisa com mais de 30 países.

SÉRGIO DE SOUSA
REPÓRTER

 

Fonte: Diário do Nordeste

http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1348440